Gerenciamento de MDF-e

Problema

Qual o procedimento para emissão do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e) no Sistema Agrotis?

Solução

A estrutura de emissão de MDF-e no Gerencial é idêntica à estrutura de emissão de notas fiscais eletrônicas (NF-e). Será habilitada a licença no módulo NFe e o serviço será inicializado pelo “Monitor de serviços” do Gerencial (Utilitários >> Monitor de serviços Nfe…).

No Gerencial, a tela de gerenciamento e emissão (Saídas >> Gerenciamento MDF-e...) se comunica com o módulo emissor, o qual realizará o envio à Sefaz e a validação de autorização.

Gerenciador de MDF-e

A tela do gerenciador está disponível em Saídas >> Gerenciamento MDF-e... e possui três áreas distintas:

     A. Filtros: Pode ser por veículo ou por data de emissão;


     B. Listagem de MDF-e: aparecerá conforme o filtro selecionado e são agrupados em 3 níveis:

  • Data de emissão
  • Veículo
  • Trajeto

        Na sequência será apresentado os manifestos criados para aquele trajeto e as notas vinculadas em cada um deles.


     C. Botões de ação: dão acesso as ações possíveis sobre determinado MDF-e e são habilitados conforme os status do mesmo.

As ações para os manifestos são:

  • Editar: permite criar/fechar um novo MDF-e (código 0) ou alterar dados de um manifesto que ainda não foi emitido.

       ***A tela de edição possui várias abas que permitem a inclusão das informações necessárias à emissão do manifesto e serão apresentadas no item "Emissão de MDF-e".

  • Excluir: permite excluir um manifesto que ainda não tenha sido emitido e autorizado. Deve-se utilizar este recurso, por exemplo, quando quiser incluir uma nova nota fiscal em um manifesto já fechado.
  • Emitir: após o fechamento do manifesto será liberado para emissão.
  • Encerrar: utilizado para o encerramento do MDF-e quando a mercadoria chega em seu destino.
  • Cancelar: utilizado para o cancelamento quando há alguma divergência na emissão. O prazo de cancelamento é de 24h.
  • Inclusão de condutor: permite incluir um novo condutor a um manifesto já autorizado.




Emissão de MDF-e

Para que uma nota fiscal fique disponível para as rotinas de MDF-e, deve-se realizar o procedimento normal de uma emissão.

Clicar no botão NOTA FISCAL. Antes de clicar em EMITIR N. F., informar a placa e o estado do veículo que será utilizado no transporte.



Após esse processo, acessar a tela de 'Gerenciamento de MDFe', filtrar pela data de emissão da nota e localizá-la na listagem. Deve-se selecionar o MDFe em aberto e clicar no botão EDITAR.

Em seguida, abrirá uma nova janela para preenchimento das informações necessárias para a emissão com as seguintes abas:

a) Veículos e condutores: adicionar o CPF e o nome do condutor do veículo, basta clicar na [folha em branco], abaixo de condutores e habilitará para o preenchimento. Clicar no ícone do disquete para salvar;

b) Documentos Transportados: já traz cadastrado a(s) nota(s) que o motorista levará conforme informado nas emissões;

c) Carregamento e Percurso: virá conforme as notas vinculadas, se for dentro do próprio estado não deve ser informado o campo 'Percurso';

d) Vales-pedágio e lacres: deverá ser preenchido se tiver sido concedido vale-pedágio ou se tiver lacre na carga;

e) Informações adicionais e complementares: caso seja necessário adicionar algum tipo de informação ou informar alguns dados extras,;

f) Acesso ao XML: informar o CPF de todas as pessoas que podem ter acesso ao xml.

Após preenchido todas as informações pertinentes, clicar em |Confirmar|. Voltando para a tela inicial do Gerenciador, selecionar novamente o MDFe o botão |Emitir| estará habilitado. Assim que o manifesto for emitido com sucesso uma tela aparecerá para que seja imprimido a Danfe.

Encerramento do MDF-e

Após a confirmação de todos os recebimentos pelos destinatários, o manifesto deverá ser encerrado. Para realizar esse processo, acessar a tela do Gerenciador, localizar o MDF-e e clicar em [Encerrar]. Na janela que será aberta, deverá ser informado a data, UF e o município onde se encerrou o transporte.


Correção de rejeições

Caso exista algum problema com o manifesto, ele será rejeitado pela SEFAZ, que deve ser corrigido e reenviado ou excluído. Para corrigir as informações do um MDF-e rejeitado é necessário clicar na opção [MDF-e Rejeitado] e na opção ''Liberar Correção'' no menu anexo ao painel de situação do manifesto.



Configurações importantes para a utilização do módulo MDF-e

Preferências

Na Categoria 'Transportes' tem-se algumas opções que devem ser verificadas antes de começar a emitir os manifestos:

a) Tipo do Emitente de MDFe: a definir, prestador de serviço de transporte ou não prestador de serviço de transportes;

b) Série para emissão de MDF-e: deverá ser criada uma série para a emissão dos manifestos (Arquivo >> Faturamento >> Séries para NF…) e informada nesse preferência.


Veículos (Arquivo >> Financeiro >> Veículos e Bens…)

Nos cadastros dos veículos que serão utilizados nos transportes, deverá ser marcada a opção “Disponível para MDF-e/CT-e”. Este processo habilitará a aba 'Dados para MDF-e/CT-e' para informar os dados adicionais para o emissor de manifesto (essas informações são obrigatórias).




Casos especiais - Minas Gerais

A Sefaz do estado de Minas Gerais não permite que as informações de transportador, veículo e placa sejam informadas na emissão da nota fiscal, se as mesmas forem informadas teremos a  Rejeição (868):"Grupos Veiculo Transporte e Reboque não devem ser informados". Para que estes dados não venham ser validados pelo sistema na emissão da nota é necessário alterar o preferências abaixo.


Ao configurar para "não" as informações de placa, veículo e transportador não irão constar no xml, permitindo a emissão da nota e posteriormente do mdf-e.

Artigos relacionados